PULGAS 

As Pulgas são insetos que se desenvolvem por "metamorfose completa" ou seja, do ovo nasce a larva I, que se transforma em larva II, depois em larva III e desta em pupa (casulo). Dali sai a pulga adulta.

São insetos que parasitam externamente aves e mamíferos. Possuem hábitos cosmopolitas, isto é, adaptam-se perfeitamente em qualquer local, inclusive aqueles com pouca exigência de condições ambientais.No ambiente urbano, estes ectoparasitas têm como hospedeiros os cães, os gatos e também o homem.Machos e fêmeas são hematófagos. O hábito de picar para sugar o sangue não confere ao animal parasitado apenas um desconforto, pois as pulgas têm grande importância em saúde pública como transmissoras de viroses, verminoses e doenças transmitidas por bactérias, além dos processos alérgicos causados pelas secreções salivares liberadas no local da picada a fim de impedir a coagulação do sangue do hospedeiro e de infecções secundárias ocasionadas pelo ato de coçar a parte do corpo irritada, variando de acordo com a sensibilidade de cada indivíduo.Existem cerca de 2500 espécies catalogadas, das quais aproximadamente 60 espécies tem ocorrência no Brasil.As pulgas não possuem asas, locomovendo-se, exclusivamente, por meio das patas, que são bastante desenvolvidas, apresentando o último par bem desenvolvido e adaptado ao salto. Pode-se dizer que as pulgas “voam” com as patas, pois o salto pode alcançar distâncias bem superiores ao comprimento do seu corpo.Algumas espécies parasitam o hospedeiro apenas para se alimentar, abandonando-o em seguida (Pulex irritans – pulga do homem), outras tem hábito penetrante, perfurando o tecido do hospedeiro para se instalar (as fêmeas da Tunga penetrans – bicho-de-pé), e a grande maioria abriga-se no corpo do hospedeiro (Ctenocephalides felis – pulga do gato; Ctenocephalides canis – pulga do cão; Xenopsylla cheopis – pulga do rato; etc.)

 

  A pulga fêmea precisa ingerir sangue para obter as proteínas necessárias para o amadurecimento dos ovos. Depois de um bom repasto de sanguíneo, a pulga fêmea começa a por ovos ( de 10 a 15 por dia) sobre o animal em que está. Com o movimento do animal, estes ovos caem no solo em qualquer lugar da residência, atingindo amplas áreas.

 

 O casulo só vai se abrir quando ocorrem condições ambientais favoráveis ( umidade e calor e ausência de elementos agressivos como inseticida ou veneno). Uma vez a pulga tendo encontrado seu hospedeiro (gato ou cachorro), ela procura permanecer o maior tempo possível neste animal, para se alimentar, copular e colocar ovos.

  

 

 O tempo de vida da pulga varia muito assim que sai do ovo, a larva tem que encontrar alimento para poder se desenvolver. O principal alimento que a larva ingere é as fezes das pulgas adultas, porque contêm sangue semi-digerido.

Uma vez instalada no hospedeiro, a pulga tem uma vida relativamente curta, já que é surpreendente a habilidade dos cães e gatos  de remover pulgas enquanto penteia seu próprio pêlo através de vigorosas e repetidas lambeduras.

 

procedimentos

 

Recomendamos:

 

  • Que crianças, idosos e gestante se ausentem do local por 6 horas, pessoas alérgicas, muito sensíveis e asmáticas por 24 horas, animais devem permanecer ausente por 72 horas.

  • Que os moradores se ausentem por 2 horas

  • Havendo aquário no local, este deverá ser coberto ou ter sua bomba de aeração retirada ( período de seis horas)

  • Locais com sinteco e  pintura recente (30 dias) não poderão ser tratados, se houver local com estas características informe-nos

  • Aspirar o local antes do tratamento e após o tratamento de dois em dois dias por período de 16 dias, o conteúdo aspirado pode ser jogado no vaso sanitário. 

 

O retorno ao local tratado deve seguir as seguintes sugestões:

 

  • Antes do retorno de animais se faz necessário passar um pano umido em todo o local por onde ele transite.

  • Antes do retorno de qualquer animal ao local é imporatnte que ele tenha antes passado por banho anticarrapaticida.

  • Ferver ou substituir todos objetos em tecido que pertença ao animal.

  • O local poderá ser lavado com água esabão após 72 horas.

  • Antes do retorno dos moradores, recomendamos que todas as janelas sejam abertas para arejar o ambiente.

 
Como prevenir

 

Pulgas (Ctenocephalides canis, Ctenocephalides felis, Xenopsylla brasiliensis, Xenopsylla cheopis, Pulex irritans)

  • Retirar o acúmulo de poeira e detritos em frestas de assoalho, carpetes, tapetes, etc.Manter o assoalho e as junções do rodapé‚ calafetados e encerados, pois a cera tem efeito desalojante.

  • Adotar medidas de prevenção e controle de roedores, para evitar instalação por pulgas provenientes dos mesmos.

  • Cuidar da higiene dos cães, gatos e outros animais domésticos, mantendo sempre limpos seus locais de repouso.

 

 

Bicho do pé (Tunga penetrans)Observar com frequência as patas dos animais domésticos, pois podem estar parasitados.

 

  • Lavar abundantemente, com água e sabão, os locais infestados pelo bicho do pé.

  • Limpar e encerar o assoalho frequentemente.

  • Andar calçado em áreas de criação de animais principalmente, quando o solo for arenoso

 

 

 

 

 

 

 

Positividade

Positividade

zelamos por sua saúde e bem estar

Paz

Paz

Proporcionamos aos nossos clientes um ambiente tranquilo e livre de inconvenientes.

Igualdade

Igualdade

Tratamos nossos clientes com cordialidade, atenção e profissionalismo, temos sempre como meta atender e satisfazer suas espectativas.

Harmonia

Harmonia

Proporcionamos aos nossos clientes um ambiente saudável, livre de insetos e roedores nocivos à saúde de sua família, funcionários, clientes e empreendimento.